1.11.09

Àvolta da performance


Por la carencia que existe en Portugal de festivales y de espacios para la muestra del Arte de Acción, sentimos la necesidad de crear una programación continua que canalice diferentes propuestas de personas interesadas en desenvolver este tipo de prácticas.

Crear un ciclo con una presentación mensual, durante un año, que ofrezca la posibilidad de seguir de forma continua, artistas nacionales e internacionales, tanto jóvenes como conocidos.

El proyecto contempla no solo la programación y difusión de esta práctica artística como también la documentación de las acciones y entrevistas a los participantes.

"PERFORMANCE ART ENCONTROS À VOLTA DA PERFORMANCE INÍCIO DIA 18 DE NOVEMBRO 09, 22H (todas as 3as quartas-feiras do mês)

«Hoje, a Arte da performance refl ecte a velocidade inerente à indústria das comunicações, mas é também um antídoto indispensável para o efeito de alienação provocada pela tecnologia. É a própria presença do artista performativo em tempo real, «a suspensão do tempo» pelos performers ao vivo, que confere a este meio de expressão uma posição central. De facto, essa «vivacidade» explica também o interesse do público que acompanha a arte contemporânea nos novos museus, onde o envolvimento com artistas em carne e osso é tão desejável quanto a contemplação das obras de Arte.»

«A Arte da Performance do Futurismo ao Presente» por Roselee Goldberg. edições Orfeu Negro , pag. 281

A Fábrica de Braço de Prata iniciará a partir de Novembro, todas as 3as Quartas-feiras do mês, um programa regular focado na performance enquanto enquadramento e questionamento artístico, visando incentivar a prática e fruição desta expressão em tempo real.

O Homem vive e convive com a sua consciência através do corpo, através do encontro com o corpo; o corpo é uma espécie de primeira ferramenta comum.

A performance serve-se também de diferentes estratégias para dar forma e ir ao encontro do outro, o outro se pensado como o espectador, é entendido nas práticas de performance muitas vezes como parte activa da totalidade do acontecimento apresentado.

Na performance várias disciplinas podem cruzar-se; é a experiência vivida, o processo ao vivo, que parece adquirir grande importância; o corpo é o elo para um lugar de questionamento, onde a fi siologia é o derradeiro limite.

Lugar de encontro, a Fábrica de Braço de Prata dará a possibilidade de dar visibilidade à prática da performance e à sua fruição por parte de um público variado.

O programa terá essencialmente 3 linhas orientadoras:

-Vocacionadas para praticantes experimentados nacionais e internacionais que procuram um espaço fora do establishment.

-Dar possibilidade a iniciantes de ter um público e interlocutores que o possam ajudar.

-Fomentar a prática da performance, a documentação e a construção teórica de maneira a tornar acessível este tipo de expressão".

FÁBRICA BRAÇO DE PRATA | EXPOSI ÇÕES | Rua da Fábrica do Material de Guerrra, nº1, 1950-128 LI SBOA PORTUGAL
exposicoes.bracodeprata@ Fábrica do Braço de Prata


información:

Nuno Oliveira / Margarida Chambel

dirección:
Rua da Palma 219, 5º ESQ
Lisboa
1100-995
Portugal

e-mail: cpnintape@yahoo.com

Vía: PERFORMANCELOGÍA

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada